Extinção de ministério põe em risco criação de emprego
  Veiculo:
GAZETA DE ALAGOAS (AL)
  Secao:
ECONOMIA
  Data:
2018-11-09
  Localidade:
ALAGOAS
  Hora:
05:10:01
  Tema:
Conselho Superior da Justiça do Trabalho - CSJT
  Avaliação:
NEUTRA
  Autor: CARLOS NEALDO - EDITOR DE ECONOMIA
   

A extinção do Ministério do Trabalho – anunciada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) na quarta-feira (7) – põe em risco a geração de emprego no País e, consequentemente, em Alagoas.
 
A afirmação é do presidente do Tribunal
Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT-AL), Pedro Inácio da Silva, que vê com
preocupação a notícia do fim da pasta. Segundo ele, a retirada do status de
ministério também põe em risco a política nacional de apoio ao trabalhador, e de
diretrizes para a modernização das relações do trabalho, além de enfraquecer a
fiscalização em segurança e saúde no trabalho. “Lamentavelmente, nós ainda
testemunhamos a existência de Trabalho Escravo e de Trabalho Infantil no País, e
é alarmante o número de acidentes de trabalho notificados anualmente”, reforça.
 
Leia Direto da Fonte.